Case - Min. da Marinha

Solução de Controle de Acesso e Alarmes adquirida por meio de licitação para o Edifício Sede e Anexo do Ministério da Marinha. Implantada inicialmente em 2013, a Solução é composta por catracas e cancelas eletrônicas, além de coletores de dados, para o controle de entrada\saída de servidores, visitantes e veículos nas portarias, refeitórios, garagens e ambientes internos dos edifícios. As diversas zonas de alarme, compostas por sensores perimetrais, de portas e de presença, estão integradas ao software de controle de acesso e formam um ambiente único, gerenciado através de mapas de ambientes e quadros sinóticos, para acompanhamento visual e em tempo real da operação do controle de acesso e para o tratamento de eventos, com a possibilidade de execução de ações pré-programadas para cada tipo de evento.

 

Em 2014 realizamos a ampliação da Solução com instalação de novos equipamentos para o controle de acesso e ambiente de alarmes. A Solução integrada conta com mais de 100(cem) equipamentos em funcionamento (acesso e alarmes), cerca de 20(vinte) terminais de operação e um fluxo estimado em 2(duas) mil pessoas que geram aproximadamente 11.000 acessos diariamente.

 

 

Gestão da Identificação

 

Para uso na Solução de controle de acesso, foi fornecido 1300 cartões smartcard, com lâmina de PVC, e impressora térmica com funcionalidade para impressão de holografias. Juntamente com os cartões foram fornecidos porta-crachás e clips tipo "jacaré".

 

 

Outros Cases:

 

 
FICHA TÉCNICA

 

  • Catracas tipo pedestal em aço inox com mecanismo de emergência (braço que cai) e leitoras de cartão (smartcard).

  • Cancelas eletrônicas com acionamento via cartão de proximidade (smartcards).

  • Dados dos servidores para fins de controle de acesso gravados na memória dos cartões smartcard com criptografia.

  • Totens em aço inox para identificação de pessoas através de biometria.

  • Comunicação TCP/IP com funcionamento On-line\Off-line.

  • Solução implantada com infra-estrutura elétrica dedicada, no-breaks com 6h de autonomia estimada em operação, rede de dados dedicada e interligação (link) em fibra-ótica entre os edifícios.