• idealineweb

6 Erros que podem afetar a segurança da sua empresa

A quarta onda da revolução industrial introduziu tecnologias avançadas que buscam uma conexão entre o mundo digital, o mundo físico - que são as “coisas” - e o mundo biológico, que somos nós. O que significa que estamos cada dia mais conectados. Por esse motivo, a automatização e conectividade da cadeia produtiva trazem questões sobre a segurança da empresa que merecem nossa atenção.


Migrar o mundo físico para o ambiente digital gera incontáveis benefícios para os processos produtivos, ao mesmo tempo que pode aumentar a vulnerabilidade dos dados em escalas globais. Para que possamos aproveitar as vantagens desse mundo digitalizado, precisamos adotar alguns cuidados para a segurança da empresa e proteção de dados.


A última Pesquisa Global de Segurança da Informação da PwC, realizada em 2018, revela que 46% dos impactos sofridos pelas empresas por conta de ataques cibernéticos comprometeram informações sobre seus clientes. Com base nesses dados, podemos dimensionar a proporção dos danos que esses ataques podem provocar às empresas.


Segurança da Informação


A segurança da informação é o conceito que sustenta a defesa dos dados, detalhes e afins para assegurar que eles estejam acessíveis somente aos seus responsáveis de direito ou as pessoas às quais foram enviados. A grande preocupação no ambiente virtual é com a proteção da informação, garantindo o sigilo dos dados e o acesso restrito autorizado, é nesse sentido que deve trabalhar a segurança da empresa no campo digital.


A segurança da informação se baseia em quatro pilares que sustentam todas as medidas tomadas para garantir a proteção dos dados, são eles: confidencialidade; autenticidade; integridade; e disponibilidade. Todas as ações de segurança da empresa devem possuir base nestes quatro pilares principais para evitar problemas.


Em uma empresa, a segurança da informação se traduz em políticas, processos e métodos que devem ser empregados para que a circulação de dados e informações seja segura e controlada, evitando que pessoas indesejadas façam uso ou ao menos tenham acesso a essas informações. Ter um departamento de Tecnologia da Informação preparado para dar conta da segurança da informação é fundamental para garantir a segurança da empresa.


Principais erros que comprometem a segurança da empresa


O Brasil é o 2º país que mais sofre com ataques cibernéticos, com sequestros de dados acontecendo a cada 40 segundos. Isso porque ainda pecamos nas medidas de segurança dos dados. Veja alguns erros comuns que podem colocar em risco sua empresa.


1. Não investir em proteção para as informações


Não existe almoço grátis! Para um sistema forte de segurança de dados será necessário investir no setor de tecnologia da informação. Equipamento, profissionais treinados, capacitações, planejamento e ações corretivas tem um custo que deve ser contabilizado com investimento em segurança da empresa.


2. Achar que você está imune


Independentemente do tamanho da empresa ou do ramo de atuação, todo mundo que está na chuva pode se molhar... assim como é errado pensar que somente dados financeiros são de interesse dos hackers. Todos os dados são valiosos e tem um preço. Talvez suas informações não sejam de muita serventia para outros, mas com certeza o são para você e os hackers sabem disso. É nessa hora que acontecem os sequestros de dados em troca de recompensa.


Por isso, além de procurar impossibilitar o acesso às suas informações, o TI também deve elaborar uma estratégia pensando no que aconteceria se a rede da empresa fosse danificada sem possibilidade de reparo por algumas semanas e se planejar com um Plano de Recuperação de Desastres.


3. Não adotar controles de acesso


A falta de controle de acesso pode ser um atrativo para invasões e vazamentos. Além do monitoramento e o controle de acessos de todos usuários em toda rede, sistemas e bancos de dados, é fundamental a hierarquização dos acessos. Os usuários só devem ter acesso àquilo que depende para a realização de suas tarefas. E o mesmo pode ser feito com os dispositivos, cadastrando-os, monitorando-os e restringindo os acessos.


4. Ignorar ameaças internas


Vazamentos de dados podem ser intencionais ou acidentais. Logo, é necessário que a segurança de dados proteja os sistemas de falhas internas tanto quanto de ataques externos. Não é à toa que uma das formas de invadir um sistema é chamada de cavalo de tróia, fazendo referência ao mito grego.


Reza lenda que durante a Guerra de Tróia os gregos enviaram uma réplica de um cavalo em madeira de presente aos seus adversários troianos, mas o equipamento estava recheado de soldados gregos que levaram Tróia à ruína. Daí surge também a expressão presente de grego.


Mas, tudo isso para ilustrar como funcionam determinadas ameaças que podem chegar inocentemente por email ou mensagens em programas de bate papo que ao serem acessados instalam programas para vazamento ou sequestro de dados. Riscos que podem ser evitados com políticas de controle de acesso e monitoramento.


5. Usar de softwares desatualizados


Centenas de novos vírus e ferramentas de acesso são criados diariamente, isso para não dizer a cada minuto! Sistemas de segurança da empresa devem ser atualizados com a mesma frequência que as ameaças se renovam. Cada nova solução de segurança criada é tida como uma afronta ou um desafio para os cibercriminosos que se empenham em desvendá-la.


Um dos piores erros que você pode cometer é ignorar as notificações de atualizações dos sistemas. Oras, o sistema está lhe avisando que está comprometido! E nessa hora proatividade é tudo, antes mesmo que o sistema implore uma atualização, tenha o hábito de consultar as atualizações com o fornecedor e aplicá-las conforme as recomendações.


6. Não realizar backups


Como já vimos, além do vazamento de dados as empresas estão sujeitas ao sequestro das informações. A única garantia que você pode ter de que não irá perder o trabalho de uma vida é manter uma cópia atualizada das principais informações em um ambiente seguro. Da mesma forma que para garantir a segurança da empresa é importante todos saibam como agir em casos de invasões digitais ou vazamentos de dados.


Ao investir em um plano de segurança da empresa você se colocará à frente do mercado, afinal estará por dentro das inovações de segurança da informação. Empresas que levam a segurança da informação realmente a sério, passam mais confiança e credibilidade para os clientes, colaboradores e fornecedores e aumentam seu valor de mercado. Não esqueça, estamos falando em proteger os ativos mais valiosos da sua empresa: seus dados!


27 visualizações0 comentário